Olga Schlösser

É uma das avós mais conhecidas do circuito profissional. É incentivadora da carreira de Guga desde o início, inclusive chegando a patrociná-lo, quando ainda engatinhava no juvenil. Esteve presente em conquistas importantes do neto, como a de Roland Garros e Stuttgart. Nascida a 25 de outubro de 1921, em Brusque, Santa Catarina, vem de família alemã e é fluente neste idioma. Quando moça, participou de equipe de vôlei profissional.

Guilherme Kuerten

Irmão mais novo de Guga. Nasceu a 03 de novembro de 1979 e faleceu em 07 de novembro de 2007. Era portador de deficiência mental e física e foi o principal incentivador da criação do braço social da família, o Instituto Guga Kuerten. Sempre que pode assistia aos jogos do irmão e segundo os integrantes da família Kuerten ele que unia todos, mostrando a alegria em suas vidas. Era o membro da família que "ganhava" os troféus conquistados pelo Guga.

Rafael Kuerten

Além de irmão mais velho e um dos melhores amigos de Guga, Rafael Kuerten é o administrador geral da carreira do tenista. Nascido em 28 de outubro de 1973, Rafael jogou tênis juvenil até os 17 anos, quando ingressou na faculdade de Ciências da Computação, onde se formou, em 1995. Durante alguns anos ele foi técnico da equipe de tênis do Lagoa Iate Clube (LIC), mas desde que Guga ganhou Roland Garros dedica seu tempo praticamente integral aos negócios do irmão do meio.

Aldo Kuerten

Aldo Amadeu Kuerten, nascido em 25 de setembro de 1943, foi um desportista atuante em toda a sua trajetória de vida. Desde os 12 anos jogava basquete, e fez grandes atuações neste esporte em Santa Catarina, defendendo diferentes equipes. Também nos Jogos Abertos de Santa Catarina, conquistou títulos e sagrou-se cestinha da competição. Além do basquete, jogava o futebol e, depois de casado, iniciou no tênis, participando e vencendo diversos campeonatos em sua categoria. Por ser um atleta polivalente sempre se envolveu e incentivou a criação de Escolinhas de Esportes nos clubes de sua cidade. Nos finais de semana levava a família para o clube e juntos participavam de torneios internos de tênis ou simplesmente "batiam uma bolinha" juntos. Foi aí que Rafael e Guga iniciaram o gosto pelo esporte. Faleceu aos 41 anos, em 24 de maio de 1985, quando arbitrava uma partida infantil de tênis em Curitiba. Até hoje, continua sendo a força extra da família.

Larri Passos

Larri Antônio dos Passos nasceu em 30 de dezembro de 1957, no Rio Grande do Sul. E sua relação com a família Kuerten começou muito antes de Larri se tornar o treinador do ex-número 1 do tênis mundial e colecionar ao lado de Guga mais de 20 títulos profissionais. Foi Aldo Kuerten, pai de Guga, quem pediu ao amigo Larri para treinar o jovem tenista. Como Guga era muito criança, inicialmente Larri negou o pedido e a parceria só se concretizou quando Gustavo Kuerten completou catorze anos e passou a integrar a equipe de Larri. Foi Larri quem viabilizou o sonho de Aldo e convenceu a família de que Guga tinha talento para viver do tênis. Era o início de uma parceria de trabalho que duraria quinze anos e de uma relação que se perpetuou. Guga sempre afirmou que considera Larri seu segundo pai. No ano em que iniciaram a parceria conquistaram nove troféus na categoria até 14 anos. Os dois viajaram juntos o mundo todo para participar de torneios infanto-juvenis. Em 1995, Guga se tornou tenista profissional e junto com Larri venceu três títulos Grand Slam. Eles ganharam o Aberto da França em 1997, ano em que Larri Passos foi eleito o melhor treinador do ano pela imprensa italiana, 2000 e 2001. Em 2000, Guga e Larri alcançaram o posto de número 1 no tênis mundial, posição mantida por 43 semanas.

Alice Kuerten

Nasceu no dia primeiro de março de 1949, dona Alice, como é chamada, foi uma das principais incentivadoras de Guga no tênis. Ela e o marido Aldo, costumavam jogar tênis no clube e o filho Gustavo começou a acompanhá-los e tomou gosto pelo esporte. Assistente social, Alice é hoje presidente do Instituto Guga Kuerten, entre outras funções que exerce, sempre demonstrando o enorme coração que tem. Mãe de Guga, Rafael e Guilherme, sempre faz questão de lembrar que trata e tem o mesmo carinho pelos três filhos. "Sempre que me perguntam do meu filho, digo que o Rafael, o Guga e o Guilherme vão bem," diz a sempre sorridente dona Alice.

Parceiros:

Parceiros de licenciamento:

Desenvolvido por